Alentejo, Centro e Extremadura comemoram em conjunto o Dia da Europa

O Dia da Europa foi comemorado, anteontem, no auditório da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento da Região Alentejo (CCDRA), numa iniciativa conjunta da EUROACE – uma comunidade de trabalho que é constituída pela instituição estatal alentejana, pela região da Extremadura, em representação da qual esteve presente o seu Presidente, D. Guillermo Fernández Vara e pela CCDR Centro, que foi representada pelo seu Vice-Presidente,da CCDR Centro, Eng.º Pedro Coimbra,

Esta conferência visou reforçar a cooperação transfronteiriça e interregional entre as três regiões, promover o desenvolvimento integral dos seus territórios e melhorar as condições de vida dos seus cidadãos.

O presidente da CCDRA, João Cordovil evidenciou a importância das relações de cooperação entre as duas regiões portuguesas e a da vizinha Extremadura. “Ao longo de duas décadas fomos melhorando e intensificando o trabalho em parceria, sempre com uma preocupação de encontrar traços comuns de identidade e melhorando a comunicação entre as instituições e também no espaço físico, nomeadamente em termos de infraestruturas com vista a melhorar-se a circulação dos cidadãos”, sustentou.

O mesmo responsável deu o exemplo de uma outra dimensão em que têm apostado e que é a cultura “que faz parte do nosso património material e imaterial, que reflecte as formas de vivência colectiva e, por isso, procuramos incrementar e valorizar todas as formas de cooperação nesta área”.

Aumentar a competitividade das três regiões, sobretudo ao nível da criação de emprego, é outro dos objectivos da EUROACE “e a nossa postura não é apenas de termos uma colaboração entre instituições públicas, mas procurando favorecer o relacionamento entre as instituições privadas, desde as instituições do ensino superior com o intercâmbio ao nível da formação, nomeadamente na aprendizagem da língua portuguesa e castelhana”, salientou João Cordovil.

A preocupação em aproximar entidades ligadas ao mundo empresarial, fomentando a complementaridade dentro do país e com o país vizinho foi outra das metas que esta comunidade pretende concretizar. “Também o turismo está iminentemente ligado a esta cooperação, sendo um dos caminhos que temos de continuar a aprofundar nos próximos tempos. Temos uma oferta turística significativa nestas três regiões e há que tirar partido dessas mais valias”, reiterou.

Estas parcerias estendem-se ainda à agricultura, recursos naturais e ambiente, protecção civil, inovação e desenvolvimento tecnológico, energia, transportes e comunicações, património, juventude e desporto, saúde e serviços sociais.

O presidente da CCDRA avançou ainda que a participação activa de agentes e de entidades das três regiões, em reuniões, eventos e iniciativas de cooperação de diferente natureza, “tem-se revelado muito positiva, possibilitando a concepção e concretização de projectos com uma escala superior e mais ambiciosos”.

Nesta conferência houve ainda tempo para dedicar algum tempo a reflexões sobre o Ano Europeu do Voluntariado, a que a União Europeia consagrou o ano de 2011. Neste sentido a CCDR entendeu homenagear os muito homens e mulheres que, desinteressadamente dão o melhor do seu tempo e vontade em prol do seu semelhante convidando para intervir a este propósito os Presidentes do Instituto de Segurança Social de Portugal, Dr. Edmundo Martinho e o Presidente da Cruz Vermelha Portuguesa, Dr. Luis Barbosa, bem como o Vice-Presidente da Cruz Roja de Espanha na Extremadura, D. Adolfo Muñoz Redondo.

A cerimónia, que contou com o Hastear da Bandeira da Europa acompanhado pelo Quinteto de Sopros da Escola de Música da Universidade de Évora, que regressou no final da cerimónia para interpretar algumas peças musicais para sopros, teve ainda um momento de ternura musical com um pequeno concerto a cargo da Orquestra de Arcos da EboraeMvsica, composto por crianças de 5 a 12 anos que estudam neste conservatório. Adaptado de "Diário do Sul"